Domingo, 29 de Maio de 2022
83 9 9690-1026
Polícia Caso de policia

Adolescente que confessou ter matado mãe e irmão, e atirado no pai, será encaminhado para o CEA de Sousa, após Justiça decretar internação provisória

O pedido de internação foi feito na noite de ontem (19), pelo delegado da Polícia Civil, Dr. Renato Leite, e o menor será encaminhado para o Centro Educacional do Adolescente (CEA)

20/03/2022 18h53
Por: Danilo Almeida
Adolescente que confessou ter matado mãe e irmão, e atirado no pai, será encaminhado para o CEA de Sousa, após Justiça decretar internação provisória

Na tarde deste domingo, dia 20 de março, o Juiz de Direito, Dr. Odilson de Moraes acatou o pedido de internação provisória do adolescente do adolescente de 13 anos que confessou ter matado a mãe e o irmão de 7 anos, e atirado contra o pai, um policial militar reformado, conhecido por Sargento Benedito, segundo apurou o repórter da TV Sol, Geverton Martins.

 

 

 

 

O pedido de internação foi feito na noite de ontem (19), pelo delegado da Polícia Civil, Dr. Renato Leite, e o menor será encaminhado para o Centro Educacional do Adolescente (CEA), localizado na cidade de Sousa, no Alto Sertão da Paraíba.

 

A chacina, que chocou a população de Patos e região, aconteceu na tarde deste sábado, dia 19 de março, na residência da família, na Rua Oscar Torres, no bairro Jardim Guanabara. O filho confessou que matou a mãe, o irmão e tentou matar o pai, após ter o celular confiscado e ser impedido de jogar um jogo chamado “Roblox”, por causa das notas baixas na escola.

 

Ele aproveitou o momento em que o pai, sargento Benedito, saiu de casa para ir até a farmácia comprar um remédio para a mãe que estava com dor de dente, e pegou a arma do pai que estava em um armário de ferro. O adolescente foi até o quarto e atirou na região do ouvido da mãe, que teve morte instantânea, o irmão mais novo viu a cena e começou a brigar com ele, que começou a correr pela casa tentando atirar também contra o menor. Nesse momento o pai chegou e tentou pegar a arma do filho, mas acabou sendo atingido no tórax e caiu no chão, o filho mais novo correu e se abraçou com o pai, foi quando o irmão atirou pelas suas costas e o matou.

 

Após o crime, ele guardou a arma e chamou o SAMU. À polícia, ele disse que havia sido um assalto, porém, após investigação e confirmação por parte do pai, que foi socorrido em estado grave e está internado, logo o caso foi elucidado e o menor apreendido.

 

Patosonline.com

 

Com Portal TV Sol

Ele1 - Criar site de notícias